Sala Vip

Dra. Leila Fonseca

07/05/2018

1
 
 
Fazer graduação em dois cursos já é difícil, imagine quando um não tem relação com o outro? Mas, foi isso que Leila Fonseca fez. Primeiro, concluiu o curso de Enfermagem, com mestrado na área de Saúde Pública. Depois, passou para Direito. Olhando de fora, parece até loucura, mas, para ela, um é o complemento do outro. “A busca pelo saber era incessante, e resolvi fazer Direito para ampliar e aprimorar os meus conhecimentos, um curso importante para o dia a dia de qualquer profissional”, completa.
 
Com tanta garra e determinação assim, parar nunca esteve em seus planos, casada há 24 anos e com uma larga experiência profissional, atuou como Diretora da Divisão de Enfermagem do Hospital Geral Santa Isabel por seis anos, desenvolvendo a mesma função na Maternidade Frei Damião por quatro anos, Diretora de Distrito, Secretária de Saúde, em meio a tantas funções conseguiu conciliar trabalho, estudo e os afazeres do lar.
 
Em 2014 disputou uma eleição Majoritária para o Senado Federal, em uma situação adversa, uma vez que seu nome nunca tinha sido testado nas urnas para um cargo eletivo, e mesmo concorrendo para uma única vaga e com candidatos de estruturas fortíssimas, para surpresa de todos, obteve uma votação expressiva com quase 50 mil votos em todo o Estado.
 
Doutora em Enfermagem pela Universidade Federal da Paraíba, a qual atua como docente há 12 anos, ainda almeja fazer o pós-doutorado para continuar contribuindo com o ensino e a pesquisa, afirma.
 
Mãe de Rayssa Fonseca, 22 anos, concluinte do Curso de Direito da UFPB e Luiz Henrique, 14 anos, para ela, a maternidade, foi seu maior desafio até hoje, pois, sempre conciliou o papel de mãe, esposa e as responsabilidades com o trabalho, estudo e os afazeres domésticos. Mas há quem pensasse que isso seria um motivo para desistir. Enganou-se! Com tanta perseverança, ela afirma que, quando se há uma meta, render-se não é uma boa opção. “Tudo na vida tem solução, e desistir é o mesmo que fracassar. Não posso dizer que foi fácil, tive dias bem estressantes, mas ter meu esposo e minha família do meu lado me dava forças para continuar”, revela. Filha de Maria Anunciada Tavares e Ernesto Tavares Neto, tem a mãe e o esposo, Djanilson Fonseca que é economista e funcionário da Caixa Econômica Federal há 29 anos como seus maiores influenciadores, pois sabe que na vida é impossível seguir sozinha.
 
Hoje, do outro lado da mesa, como docente, dedicação exclusiva da UFPB, ser professora, para ela, é a forma mais nobre de repassar conhecimento. Apaixonada pela leitura, com vários artigos publicados em periódicos indexados nacionais e internacionais, livros, irá lançar um livro didático específico na área que atua, intitulado Enfermagem Cirúrgica – da teoria a prática, para auxiliar os alunos na disciplina de enfermagem cirúrgica.
 
Dentre vários trabalhos que já realizou que marcaram a sua profissão, lembra com nitidez da prorrogação do horário de visitas para atender um paciente terminal, a cena mais linda e triste que presenciou que a deixa orgulhosa pela profissão escolhida, cita que foi a alegria de um paciente ao ver os filhos chegarem, e, logo em seguida, o sofrimento de todos ao vê-la partir nos braços deles. Isso se chama humanização que deve estar intrínseco na nossa profissão, é a arte de se colocar no lugar do outro.
 
Perguntada sobre seus sonhos e planos para o futuro, Leila disse que é “ver o mundo longe da corrupção e ajudar ao próximo, principalmente na área da saúde, criando projetos que possam melhorar a qualidade de vida da população”.
 
 

Frase: “Quem não luta pelos seus direitos não é digno dele”

Rui Barbosa.

 

 

Últimos Registros:







Ver todos os registros






AS MAIS LIDAS*

1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
* Notícias mais acessadas da semana


Twitter @fashionnews_



Encontre-nos

twitter Facebook



Copyright © 2018
Todos os direitos reservados a Fashion News
Webmail - Administração

Fuzzon