Beleza

Transplante capilar. Quem pode fazer?

24/07/2017

1
Foto: Shutterstock
 
*por Mário Medeiros
 
A queda de cabelo é causada, principalmente, pela combinação de envelhecimento, alteração hormonal e histórico familiar de calvície. Como regra geral, quanto mais cedo se inicia a queda capilar, mais severa a calvície se tornará. A queda, também pode ser causada por queimaduras ou trauma, caso em que a cirurgia de transplante capilar é considerada um tratamento reconstrutor.
Essa intervenção médica pode melhorar a aparência e autoconfiança, mas, os resultados podem, não necessariamente, corresponder ao seu ideal. É importante entender que todas as técnicas de transplante capilar usam seu próprio cabelo. O objetivo da cirurgia é encontrar o uso mais eficiente para o cabelo existente. Candidatos à cirurgia de transplante capilar devem ter crescimento capilar saudável na parte de trás e nas laterais da cabeça para servirem como áreas doadoras – lugares na cabeça de onde os enxertos e retalhos são tomados. Demais fatores, tais como a cor do cabelo, a textura e a ondulação, também podem afetar o resultado estético. Técnicas de transplante, como enxertos com punch, mini-enxertos, micro-enxertos e enxertos de unidades foliculares, são geralmente realizadas em pacientes que desejam uma mudança mais modesta no volume do cabelo. Retalhos, expansão tecidual e redução de couro cabeludo são procedimentos indicados para pacientes que necessitam de uma área maior. Vale lembrar que há limites para o que pode ser alcançado. Um indivíduo com pouco cabelo não pode ser encorajado a se submeter à cirurgia de transplante capilar.
 
Queda de cabelo em mulheres
Alguns médicos estimam que uma, em cada cinco mulheres, apresentam algum grau de queda de cabelo, sendo geralmente causada pelo envelhecimento, doenças ou alterações hormonais, após a menopausa. Para resolver o problema, algumas mulheres optam por usar peruca, alongamento de cabelo ou medicamentos que impeçam o cabelo de continuar caindo. A cirurgia de implante capilar pode ser a resposta a indivíduos que se sentem desconfortáveis com qualquer uma destas opções.
 
Voltando ao normal
O tempo que você levará para retomar sua rotina normal depende da extensão, da complexidade e do tipo de cirurgia a qual você se submeteu. Caso o paciente se sinta bem, pode voltar ao trabalho alguns dias depois. Existe uma queixa de que o cabelo “novo” cai dentro de seis semanas após a cirurgia. Lembre-se de que esta condição é normal e, quase sempre, temporária. Após a queda de cabelo, serão necessárias mais cinco ou seis semanas até que o cabelo volte a crescer. O importante é saber que o transplante pode ajudar a recuperar sua autoestima.
 
 
 
*Mário Medeiros
Médico
CRM-PB: 6811 | CRM-SP: 158886
Cirurgião Plástico
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
 
 
 

Últimos Registros:







Ver todos os registros


















AS MAIS LIDAS*

1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
* Notícias mais acessadas da semana


Twitter @fashionnews_



Encontre-nos

twitter Facebook



Copyright © 2017
Todos os direitos reservados a Fashion News
Webmail - Administração

Fuzzon